TEMAS DO EVENTO

O SABIO este ano terá enfoque em discutir, como temas, através de palestras e debates, a Agenda 2030 sob a ótica da Engenharia Biomédica, além de explorar a integração do mundo digital com a área da saúde com temas como Aplicações e tecnologias em Engenharia Biomédica e Jogos Sérios e Realidade Aumentada, unindo todo escopo ao mundo dos diversos setores econômicos trazendo, ainda para a discussão, o tema Empreendedorismo Social.

AGENDA 2030 EM ENGENHARIA BIOMÉDICA:

Após reunião, em 2015, na sede da ONU, em Nova York, chefes de estado decidiram um plano de ação para erradicar a pobreza, proteger o planeta e garantir que as pessoas alcancem a paz e a prosperidade: a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, a qual contém o conjunto de 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). 17 objetivos que, desde a quimera, pertencem às prioridades das nações ao passo que desenvolvem-se suas soluções. Tratam-se, portanto, de medidas de cunho ambicioso, com escopo em promover o Desenvolvimento Sustentável, visando atender às necessidades das gerações futuras. O avanço tecnológico, nesse viés, somado à demanda de saúde e bem estar, além das formas de promover seus avanços, serão temas bastante explorados no evento.

EMPREENDEDORISMO SOCIAL: 

Cogitar empreender é querer inovar. É perceber que suas ideias impactam, de alguma maneira, o mundo ao redor; e provocam mudanças. Nesse sentido, fugindo ao empreendedor comum, em que para o qual o lucro é o propulsor do investimento, e para obtê-lo deve-se atender a certo mercado, o empreendedor social busca atingir segmentos significativos da sociedade que se encontram à deriva, marginalizados. À medida que se abastece um público alvo com influência política ou através de financiamentos, naturalmente a população atingida passará a realizar transformações por conta própria. O empreendimento social pode gerar renda, e pode ser organizado com ou sem fins lucrativos.

APLICAÇÕES E TECNOLOGIAS EM ENGENHARIA BIOMÉDICA: 

É sabido que a Engenharia Biomédica pode fornecer as ferramentas e técnicas necessárias para fazer nosso sistema de saúde mais efetivo e eficiente, e diante disso sua atuação em Cidades Inteligentes é de extrema necessidade. Através da identificação de problemas nos setores da saúde, pode-se, com o auxílio da engenharia ligada às Tecnologias da Informação e Comunicação, ao fenômeno da Big Data e o movimento da Internet das Coisas, gerar soluções que aumentam em demasia a qualidade de vida da população.

JOGOS SÉRIOS E REALIDADE AUMENTADA: 

De maneira direta, a tecnologia vem impactando inúmeras práticas na área da saúde, no que se refere a diagnóstico, terapia, educação, dentre outros. O papel simbiótico da Engenharia Biomédica é de unir os avanços tecnológicos a fim de ampliar os campos de soluções em saúde. Em vista disso, o desenvolvimento de serious games, com auxílio da realidade aumentada, com foco na recuperação de pacientes, diagnóstico e educação de futuros profissionais da saúde, apresenta-se como uma técnica inovadora, futurista, e que, comprovadamente, torna o ambiente de reabilitação, aprendizado, muito mais lúdico e interativo.